segunda-feira, 2 de março de 2009

NÃO SEI ...


Não sei onde me procurar...
Não me encontro... procuro-me
Onde estou eu?
No céu,na Lua ou no Mundo?
Estou perdida, sem caminho
para voltar...
Alma tão bela, que não me encorajas a seguir,
Dá-me algum sinal.
Quero voltar á terra e ter
Alma no coração.
Quero ser presente.Quero ser passado.
Quero ser futuro.
Mas...não sei onde está o presente.
O passado morreu.E o futuro?
Está viajando nas veias do
Pensamento.
Sonhar é uma ilusão... mas alimenta.
Entristece...angustia... mas
Alimenta-nos.
A vida é tão curta...
Nunca digas adeus
Aos sonhos que te surgem
No pensamento.
Pensamento?!Mas... afinal
Onde se alojou o sonho?
no pensamento ou no coração?
Não encontro explicação...
Contudo, há solução!
Para quê me encontrar,
Se viver não tem sentido?
Para quê viver,
Se não há mais nada para encontrar?
Como posso encontrar os outros
Se nem eu própria me encontro?
Procurei-me em todo lado,
Procurei-me em todos,
Mas só me encontrei em mim mesma!
Viver a vida sem alguém do lado
É como uma fogueira sem lenha.
Perdemos o senso de viver.
Perdemos o sentido de viver,
Pois não há maneira de acalmar o coração.
Viver na terra só com o corpo
Não tem qualquer sentido.
Por isso alma...vai-te encontrando,
Porque a vida passa
E eu não quero perdê-la!
desconhecido

6 comentários:

Karochinha disse...

Nós somos um Mundo por explorar, arriscamo-nos a passar vivendo sem descobrir a verdadeira essência do que somos e existimos. Haja ao menos a coragem para romper a cortina deste abismo entre o s dois lados de nós: fora e dentro!

Beijocas bem profundas

BalDocas disse...

Karochinha,

por vezes falta-nos a coragem para esse rompimento ...
pensamos muito e agimos pouco ...
preocupamo-nos sempre com a opinião dos outros ... e depois ... é tarde.
beijocas

Anónimo disse...

Profundo...

BalDocas disse...

Anónimo,

Também achei bastante profundo, e também tem algo parecido comigo ...
Não achas também???
Beijo para vçs

Anónimo disse...

Tem tudo haver contigo, dai de alguma forma teres cá colocado...talves porque te procuras e não te achas, achas-te e nao te reconheces, reconheces-te e viras-te as costas...

BalDocas disse...

Anónimo,

Foi desde 12 de Novembro de 2007, a 3 de Outubro de 2008 (+/-), mas directamente 6 meses de convivio directo, e conseguiste descobrir isso tudo???

Mas tens razão ... viro as costas vezes demais !!
Beijocas