sábado, 28 de janeiro de 2012

sábado, 21 de janeiro de 2012

AMAR É

como voar!
É sentir a sensação de estar no alto,Alinhar ao centroé não ter medo de cair!
É fazer dos pesadelos sonhos,
é sentir-se pequenino perto de quem ama!
É sentir-se grande ao se saber que é amado!
Machado de Assis

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

ENA .... ENA ....

já passei as 20 mil visitas aqui no meu cantinho não está mal;
Agora os seguidores é que diminuem em vez de aumentarem ....
Mas aos poucos vou mantendo aqui o meu espaço, que tem andado um pouco abandonado:( mas vou tentar alterar isso ... :)

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

O AMOR

das mulheres casadas é o mais digno do mundo,
só que os próprios casais não sabem disso.
Oscar Wilde

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

A MINHA LEITURA DE MOMENTO


Sinopse

O brilho dos seus olhos tinha-a marcado para sempre. Cecília era casada com um homem que não amava, era herdeira do império financeiro Mendes Silva que se estendia até Angola e, sabia que a agitação política que se vivia em Portugal, depois da revolução do 25 de Abril de 1974, ameaçava fazer ruir o mundo em que vivia.
Quando desembarcou no Rio de Janeiro Cecília sabia que o futuro dos Mendes Silva estava nas suas mãos. Era ela que teria de recomeçar do nada. Mas entre a tentadora praia de Ipanema, o conhecido restaurante do Copacabana Palace, ou a imagem apaziguadora do Cristo Redentor Cecília não conseguia esquecer a imagem daqueles olhos marcados pela tragédia.
Tinha de descobrir José, resgatá-lo da sua dor, estender-lhe a mão e, quem sabe, libertar-se das regras sociais que a estrangulavam, de um marido que a traía e a desrespeitava e aprender, de uma vez por todas, a ser feliz.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

AS FLORES

reflectem bem o que é o amor.
Quem deseja possuir uma flor, irá vê-la murchar.
Mas quem olhar uma flor no campo, terá esta beleza para sempre.
Paulo Coelho

domingo, 1 de janeiro de 2012

EU AMO-TE

sem saber como, ou quando, ou a partir de onde. Eu simplesmente amo-te, sem problemas ou orgulho: eu amo-te desta maneira porque não conheço outra forma de te amar sem ser esta, onde não existe eu ou tu, tão intimamente que a tua mão sobre o meu peito é a minha mão, tão intimamente que quando adormeço os teus olhos fecham-se.
Pablo Neruda

PENSAMENTO MENSAL - JANEIRO

PULSÃO

Aquilo a que chamamos "vida" é um comboio com muitos vagões.
Às vezes estamos num, às vezes noutro.
Outras vezes atravessamos de um para o outro,
quando sonhamos ou quando nos deixamos levar pelo extraordinário.
Paulo Coelho - Aleph